Espanha, Europa, Madrid, Original Content

Museu do Prado | Madrid, Espanha

Museu do Prado

Madrid, sábado, 29 de outubro de 2016 (3° dia).

O QUE SERIA DO VIAJANTE SEM OS FAST-FOODS?


Além de fazer compras em supermercados locais, uma das formas de se economizar em longas viagens gastando em moeda estrangeira é adotar as redes de fast-food para, pelo menos, uma das refeições diárias. Claro, nem de longe é a opção mais saudável do mundo, mas considerando o quanto costumamos andar enquanto viajamos, o custo-benefício geralmente deixa um saldo positivo (também é uma boa alternativa quando não gostamos das comidas tradicionais de algumas regiões). Acabamos adotando o Burger King como a opção mais econômica para refeições rápidas. Neste dia, investimos em um menu duplo que  custou em torno de 7 euros (uns 10 reais para cada).


PLAZA DE CIBELES


Fonte de Cibeles

Voltamos cedo de Toledo e aproveitamos para conhecer a emblemática Fonte de Cibeles que dá nome a uma das praças mais visitadas e simbólicas da capital espanhola, a Plaza de Cibeles. A fonte retrata a deusa romana Cibele, originária da Frígia, sobre um carro puxado por leões. Designada como Mãe dos Deuses ou Deusa Mãe, simbolizava a terra, a fertilidade da natureza, a agricultura (e o Real Madrid!). A praça é rodeada pelos edifícios dos Palácios de Buenavista, de Linares (Casa da América), das Comunicações e do Banco de Espanha.

Fonte de Cibeles
Palácio de Linares (Casa da América)

Aproveitando a proximidade, conhecemos também a famosa Puerta de Alcalá, ao lado do Parque del Retiro. Uma das cinco portas reais que davam acesso à Madrid antiga, trata-se de um arco triunfal em granito, de estilo neoclássico (o primeiro construído na Europa depois da queda do Império romano) e construído antes mesmo de outros arcos famosos, como o do Triunfo em Paris, ou a Porta de Brandeburgo, de Berlim.

Puerta de Alcalá
Puerta de Alcalá
Puerta de Alcalá

MUSEU DO PRADO


Edifício da Real Academia Española, em frente ao Prado

Voltamos ao Museu do Prado em seu horário gratuito (18h às 20h). No dia anterior, a gente ficou tão encantado com os quadros que simplesmente nos esquecemos da hora e quando nos demos conta ele já estava para fechar.  E a gente ainda nem tinha chegado no Jardim das Delícias de Bosch!

 O Museu Nacional do Prado é o mais importante da Espanha e um dos mais emblemáticos do mundo.  Com obras consagradas de Goya, Velázquez, El Greco, Fra Angelico, Bosch (El Bosco), Dürer, Poussin, entre outros, é um lugar indispensável para se conhecer em Madrid.

Museu do Prado
Museu do Prado
Museu do Prado
Museu do Prado

Depois da visita ao museu, resolvemos dormir cedo já que teríamos que viajar para Granada no dia seguinte.


DICA 1:  O Museu do Prado disponibiliza um horário gratuito todos os dias.  Como as filas tendem a ficar enormes, é interessante chegar o mais antecipadamente possível. Também é interessante focar nas obras que mais lhe interessam, pois provavelmente não dará tempo de conhecer tudo.

Uma “pequena” fila na entrada…

DICA 2: Assistam ao filme “Sombras de Goya” (“Os Fantasmas de Goya” em Portugal) antes de visitar o museu. É um filme biográfico de 2006 que resume bem a vida e a obra do grande pintor espanhol Francisco de Goya (1746-1828) um dos principais pintores em destaque no Prado.


Gostou do artigo? Não esqueça de deixar a sua curtida e recomendar para os amigos através do compartilhamento!

Em breve, mais relatos e dicas sobre Toledo, Granada, Málaga e Sevilha!

Obrigado pela leitura e boas viagens!

Rodrigo Siqueira

Contato: superandarilho@outlook.com

  • A seguir: Toledo | Espanha
  • Procurando mais posts sobre a Espanha? > Clique AQUI
  • Procurando mais posts sobre a Europa? > Clique AQUI
Espanha, Europa, Madrid, Original Content

Templo de Debod | Madrid, Espanha

Parecia impossível nos depararmos com um templo egípcio original em pleno centro de Madrid, but…

DSCF4694
Templo de Debod

 

Madrid, sexta-feira, 28 de outubro de 2016 (2° dia de viagem).

CAFÉ NO MUSEO DEL JAMÓN


Acordamos animados para aproveitar o segundo dia em Madrid. Como o nosso hostel não tinha café da manhã gratuito, resolvemos andar pelos arredores e achar por conta própria o nosso desjejum.  Bem perto de onde estávamos, na Calle Mayor, encontramos um restaurante/padaria com o sugestivo nome de Museo del Jamón (Museu do Presunto).

DSCF4790
Fachada do Museo del Jamón

Com vários presuntos ibéricos em exibição na vitrine, era impossível não prestar atenção ao passar pelo lugar. Pagamos cercas de 3,5 euros por um delicioso croissant com presunto serrano, um suco de laranja e um café.  Se algum dia você estiver por acaso nos arredores da Puerta del Sol (existem lojas em outros locais), não deixe de conhecer o Museo del Jamón. Vale muito a pena!

Continue lendo “Templo de Debod | Madrid, Espanha”

Empreendedorismo, Inovação, Notícias

Como Madri quer se tornar uma das cidades mais inovadoras do mundo

A incubadora La Nave é símbolo da revolução digital da capital espanhola. Depois da crise de 2008, número de startups explodiu, surgiram cases de sucesso como o Cabify e cidade atraiu gigantes da tecnologia.

Paquitstao (Foto:  )

< Como Madri quer se tornar uma das cidades mais inovadoras do mundo >

Espanha, Europa, Madrid

Museu Reina Sofía | Madrid, Espanha

O Reina Sofía conta com uma importante coleção de obras contemporâneas, exposições interativas e obras-primas de Salvador Dalí e Pablo Picasso.

DSCF4649
Visage du Grand Masturbateur (Face of the Great Masturbator), 1929. Um dos muitos quadros de Salvador Dalí que compõem o acervo do Museu Reina Sofía

 

Madrid, quinta-feira, 27 de outubro de 2016 (1° dia de viagem).

REINA SOFÍA


Depois de visitarmos as criptas da Catedral de Madrid, fomos caminhando até o outro lado da cidade para aproveitarmos o horário de visitação gratuita do Museu Reina Sofía. E foi uma boa caminhada! Paramos para um café em um dos muitos bares populares do bairro de Atocha e o Fabricio aproveitou para comprar uma camisa em uma dessas lojas de roupas baratíssimas.

DSCF4617
A caminho do museu

Chegamos um pouco antes das 19h e uma pequena fila já se formava em uma das entradas desse que é o segundo museu mais visitado de Madrid, ficando atrás apenas do Museu do Prado. O Reina Sofía conta com uma importante coleção de obras contemporâneas, exposições interativas e obras-primas de Salvador Dalí e Pablo Picasso. Uma das poucas salas em que não é permitido fotografar é justamente a que hospeda o famoso (e enorme!) Guernica, de Picasso. Planejávamos visitar também o Museu Thyssen-Bornemisza, mas esse era o único que não tinha um horário gratuito e como estávamos em uma viagem de baixo custo, achamos que visitar o Prado alguns dias depois nos satisfaria no quesito museus de Madrid.

Continue lendo “Museu Reina Sofía | Madrid, Espanha”

Espanha, Europa, Madrid

Catedral de la Almudena | Madrid, Espanha

Catedral-de-la-Almuneda.png
Interior da Catedral de la Almudena

Madrid, quinta-feira, 27 de outubro de 2016 (1° dia de viagem).

 


CATEDRAL DE SANTA MARÍA LA REAL DE LA ALMUDENA


Antes de chegarmos à famosa Catedral de la Almudena, passamos pelo Mercado de San Miguel, mas não chegamos a entrar – o plano era almoçarmos por ali um dia – e também pela belíssima Plaza de la Villa. Com seus muitos edifícios históricos, como a Casa y Torre de los Lujanes, de inspiração moura e a estátua do navegador Don Álvaro de Bazán, a praça merece alguns bons minutos de apreciação e belas fotos. E aqui começam os detalhes que remeteriam aos árabes em quase toda a viagem. Edifícios, azulejos, gastronomia, música. Aqui fica evidente que o povo espanhol tem mais da cultura árabe em suas heranças históricas do que conseguem perceber (ou desejar).

Continue lendo “Catedral de la Almudena | Madrid, Espanha”

Espanha, Europa, Madrid

Puerta del Sol | Madrid, Espanha

dscf4774
Estátua equestre de Carlos III

 

Madrid, quinta-feira, 27 de outubro de 2016 (1° dia de viagem).

PUERTA DEL SOL


A praça Puerta del Sol era a atração turística mais próxima do hostel onde ficamos. Localizada no centro de Madrid, é extremamente movimentada. Puerta del Sol… Passaríamos algumas vezes por ela e em todas as vezes me chamaria a atenção o incrível fato de em todos os lugares em que passei encontrar uma “Porta do Sol”. Teria Francisco Pizarro exportado o conceito para terras americanas, ou teria sido mais uma herança Inca, possivelmente levada nos mesmos navios que transportavam a prata saqueada dos Andes? Incógnitas históricas.

Continue lendo “Puerta del Sol | Madrid, Espanha”