Notícias, Turismo

Airbnb relata aumento na demanda por estadias locais

A melhora na procura foi registrada nos Estados Unidos e em outros países como Alemanha, Portugal, Coréia do Sul e Nova Zelândia.

© Pexels
© Pexels

 

Mais pessoas estão fazendo reservas para feriados locais após a pandemia de COVID-19, informa a Bloomberg. De acordo com o CEO do Airbnb, o número de noites reservadas em anúncios nos EUA entre 17 de maio e 3 de junho foi maior que nas mesmas semanas do ano anterior, e aumentos similares nos feriados domésticos estão sendo observados em outros países, como Alemanha, Portugal, Coréia do Sul, e Nova Zelândia.

A mudança é uma boa notícia para a indústria de viagens, que foi prejudicada por restrições de viagem, regulamentos de distanciamento social e uma desaceleração econômica mais ampla causada pela COVID-19. No início de maio, o Airbnb demitiu 25% de sua equipe, à medida que os negócios desaceleravam.

As coisas estão longe de voltar ao normal, mas esses dados mais recentes sugerem que o tipo de férias que as pessoas estão tirando mudou, em vez de desaparecer completamente. Desde o início da pandemia, mais da metade das reservas do Airbnb estão em locais a 300 quilômetros da localização do cliente, o que a Bloomberg observa ser uma viagem de ida e volta curta o suficiente para fazer com um único tanque de gasolina – acima de um terço das reservas em fevereiro . As pessoas estão mudando as suas viagens de férias “de avião para carro”, de acordo com o CEO da empresa.

As pessoas também estão mudando as preferências de férias. Viagens internacionais curtas estão sendo substituídas por estadias mais longas no próprio país, em alojamentos locais, pois o aumento do trabalho remoto significa que algumas pessoas podem trabalhar de qualquer lugar. O presidente da empresa de sites de viagens VRBO, Jeff Hurst, disse à Bloomberg que as pessoas estão se voltando para alojamentos locais em vez de hotéis, já que são lugares onde as pessoas podem se distanciar socialmente com mais facilidade.

Não está claro quanto tempo durará a tendência relatada. Vários estados dos EUA começaram a relaxar suas restrições de bloqueio a partir da semana de 17 de maio, incluindo Nova York, o que poderia significar que essa mudança é um aumento temporário. Mas com a maioria dos especialistas prevendo que a vacina contra a COVID-19 não será desenvolvida até meados do próximo ano, essas mudanças de curto prazo têm o potencial de se tornar uma tendência de longo prazo.

 

Com informações do The Verge

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s