Geral

Como ser um cliente inconveniente em um restaurante na Europa em 20 lições

Quando cheguei a Barcelona, em 2000, passei uns três anos saltitando entre vários empregos alternativos para fechar as contas até conseguir finalmente viver como jornalista freelancer. Fui sorveteira, barwoman, garçonete e até gerente de um restaurante que estava absurdamente na moda, com fila na porta todo santo dia.

Como ser um cliente inconveniente em um restaurante na Europa em 20 lições

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s