Música, Road Music, Wanderlists

St. Jude | Florence + The Machine

(Florence Welch)

Another conversation with no destination
Another battle, never won
Each side is a loser
So who cares who fired the gun?

And I’m learning so I’m leaving
Even though I’m breathing
I’m trying to find the meaning
Let loss reveal it
Let lost reveal it

St Jude, the patron saint of the lost causes
St Jude, we were lost before she started
St Jude, we lay in bed as she whipped around us
St Jude, maybe I’ve always been more comfortable in chaos

And I was on the island and you were there too
But somehow through the storm I couldn’t get to you,
Oh St Jude, somehow she knew
And she came to give her blessing, while causing devastation
And I couldn’t keep my mouth shut, I just had to mention
Grabbing your attention

St Jude, patron saint of the lost causes
St Jude, we were lost before she started
St Jude, we lay in bed as she whipped around us
St Jude, maybe I’ve always been more comfortable chaos

St Jude, St Jude
St Jude, St Jude

And I’m learning, so I’m leaving
And even though I’m grieving
I’m trying to find the meaning
Let loss reveal it
Let loss reveal it

And I’m learning, so I’m leaving
And even though I’m grieving
I’m trying to find the meaning
Let loss reveal it
Let loss reveal it


POR QUE VIROU MÚSICA DE VIAGEM?


St. Jude foi uma das músicas mais presentes em minha viagem para o Chile. Do alto do Cerro San Cristóbal, ao lado do Santuario de la Inmaculada Concepción, em Santiago, começa “coincidentemente” a tocar St. Jude… Tudo muito católico! E as “coincidências” não param por aí: lembrei que São Cristóvão é o padroeiro dos viajantes! (Temia que de uma hora para outra começasse a tocar o tema do “Arquivo X”…)

E lá do alto do morro eu me dei conta que estava viajando sozinho pela primeira vez. Mas longe de sentir solidão ou melancolia em algum grau, fiz meus agradecimentos de praxe ao Universo pela simples oportunidade de estar mais uma vez em um lugar incrível. Mas voltando a São Judas Tadeu (St. Jude), padroeiro das causas perdidas, acredito que qualquer pessoa tem uma causa perdida que poderia ganhar uma “mãozinha” do santo, por que não? Mas eu me limitei a pedir a proteção do OUTRO padroeiro para que a viagem fosse espetacular! (Aparentemente, funcionou!)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s