América do Sul, Argentina, Buenos Aires, Geral, Ushuaia

Argentina 2014 | Impressões


AS PESSOAS


Ao contrário do que podem pensar alguns compatriotas, os argentinos são extremamente simpáticos e receptivos. Excluindo a velha rixa do futebol (claro!), a maior parte dos residentes é atenciosa com o turista e muito receptiva à cultura brasileira.

DSCF1440.JPG
Entrada do Mercado San Telmo

CÂMBIO


Câmbio em Buenos Aires é sinônimo de Calle Florida. No período em que ficamos na cidade (agosto de 2014), tanto o câmbio para dólar quanto o para reais estava extremamente favorável (12/1 e 5/1 respectivamente). O custo de vida em Buenos Aires é bem mais baixo que no Rio de Janeiro.

Já em Ushuaia tivemos um pouco de dificuldade em achar agências de câmbio, mas a demanda é devida e ilegalmente suprida pelas agências de turismo. No “Fim do Mundo” a proporção era de 4 pesos argentinos para cada real (chegando a 3 nos câmbios oficiais).

DSCF1253.JPG
Calle Florida

CLIMA


Mesmo estando no meio do inverno, pegamos alguns dias de verão em Buenos Aires, a maioria deles na verdade. De qualquer maneira à noite sempre dá uma esfriada e é bom ir precavido para noites mais frias que no Rio de Janeiro, por exemplo. Nada insuportável.

Na verdade, mesmo em Ushuaia o frio não foi conforme o esperado. Ainda que a paisagem fosse gelo puro, durante o dia a temperatura ficava na média de uns 8°, 7°. O maior frio que passei foi, provavelmente, subindo o Glaciar Martial, mas era de se esperar. De qualquer maneira, SEMPRE tenha roupas para frio extremo em Ushuaia, pois nunca se sabe.

DSCF2044.JPG
Faro Les Eclairs

TRANSPORTE


Tanto Buenos Aires quanto Ushuaia são excelentes cidades para se caminhar. Táxis são baratos e, no caso do metrô de Buenos Aires, é mais eficiente que no Rio e cruza a cidade inteira. Não chegamos a pegar ônibus na hora do rush, mas aparentemente, o transporte rodoviário é mais eficiente que em muitas cidades do Brasil. Os passeios de Ushuaia são feitos basicamente de carro, por conta das agências. Acredito que a maioria ofereça a comodidade de buscar e levar de volta os clientes para o local da estadia.

DSCF0730.JPG
La Boca

GASTRONOMIA


Argentina para mim é sinônimo de comida boa e barata. Em todos os locais que estivemos eles são exagerados com a quantidade e não deixam nada a desejar na qualidade. Nossa dieta básica era uma refeição “decente” por dia, podendo ser no almoço ou no jantar, e muita comida rápida e prática, como massas, empanadas, medialunas, choripanes e sanduíches de uma forma geral.

Tanto o doce de leite uruguaio quanto o argentino são maravilhosos, mas nada que os nossos mineiros não saibam fazer muito bem também. Em Ushuaia não deixe de experimentar o tradicional cordeiro fueguino e beber uma das muitas cervejas artesanais disponíveis.

DSC_0013.jpg
Frango à Parmegiana

VIDA NOTURNA


Obviamente, em cidades grandes como Buenos Aires a oferta de entretenimento é bem maior que em vilarejos como Ushuaia. Na capital argentina não tivemos um dia sequer de monotonia (às vezes nem precisávamos sair do hostel!). Muitas opções de bares, restaurantes e boates, fazem de Buenos Aires um destino muito procurado por quem gosta de aproveitar a vida noturna.

Já em Ushuaia, não deixe de conhecer o Dublin, o pub mais agitado da cidade e os muitos restaurantes que servem comidas típicas, como o já mencionado cordeiro fueguino e as centollas (caranguejos) gigantes.

DSC_0006.jpg
Fusion Bar

ATRAÇÕES TURÍSTICAS


A Argentina, aparentemente, é um país muito cultural. Buenos Aires é repleta de cinemas, teatros, museus, parques e a maior parte deles pode ser acessada a pé. Ushuaia possui um centro bem pequeno, sendo desnecessário utilizar qualquer tipo de transporte para chegar aos muitos museus. Mas a vida ao ar livre é o grande diferencial do “Fim do Mundo”: caminhadas, patinação no gelo e atividades invernais são o forte de Ushuaia nos meses mais frios.

DSCF1514.JPG
Iluminação noturna da Casa Rosada

Gostou do artigo? Não esqueça de deixar a sua curtida e recomendar para os amigos através do compartilhamento!

Para ver os relatos completos sobre a Argentina, clique AQUI!

Se precisare de ajuda com algo mais específico, basta enviar um e-mail para superandarilho@outlook.com.

Abraços e boas trips!

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s