América do Sul, Punta del Este, Uruguai

Punta del Este | Uruguai, 2014

O que fizemos em nosso “bate e volta” ao balneário de Punta del Este, no departamento de Maldonado, Uruguai.

DSCF0557
La Mano / Los Dedos

 

Punta del Este, domingo, 17 de agosto de 2014 (7° DIA).

UM DOMINGO EM PUNTA DEL ESTE


Confesso que fui para Punta já um pouco cansado. Acho que meus companheiros de viagem também. Tanto que nem fizemos questão de acordar muito cedo em um domingo. A consequência disso foi perder o pôr do sol no Museu Casapueblo, que nem sequer conseguimos conhecer. Mas ainda assim valeu e muito a visita, pois o tempo – como em quase todos os dias – estava perfeito.


MALDONADO


Antes de chegarmos a Punta, passamos por Maldonado, uma simpática e linda cidadezinha costeira. O lugar inteiro parece uma espécie de condomínio chique e bem desenhado, com casas que devem valer milhões ao mesmo tempo em que devem passar a maior parte do ano vazias. Tinha um clima de cidade da Região dos Lagos do Rio de Janeiro, em que boa parte das casas é hospedagem de veraneio. Não chegamos a descer para conhecer, mas com mais tempo e grana, certamente vale uma visita.


LA MANO


Assim que descemos na rodoviária de Punta, por volta do meio dia, descartamos a possibilidade de alugarmos um carro, pois os preços eram astronomicamente absurdos (para a nossa realidade mochileira, claro!). Bem em frente à rodoviária, encontra-se o mais famoso cartão postal de Punta del Este: a escultura do chileno Mario Irarrázabal, Monumento al Ahogado (“Monumento ao Afogado”), mais conhecida como Los Dedos ou La Mano. Construída em 1982, a escultura tem o intuito de alertar os banhistas sobre o perigo de banhar-se nas águas da Playa Brava. O mais difícil ao visitarmos o monumento é conseguirmos uma foto sozinhos, porque geralmente ele está lotado de turistas nos arredores – pelo que vimos mesmo no inverno – mas vale a tentativa!

image

image


ERMITA DE NUESTRA SEÑORA DE LA CANDELARIA


Seguimos pela Rambla General José Artigas até a pequena Playa Elmir. Depois dessa praia chegamos a um simpático santuário dedicado à Virgem da Candelária, padroeira de Punta del Este. O santuário é muito bem conservado e limpo (como quase tudo no Uruguai), mas o cheiro dos milhares de mariscos ao redor é péssimo! Tampe o nariz e vá!

image

image

image

image

image

image


PLAYA DE LOS INGLESES


Seguimos pela rambla até a Playa de los Ingleses. Nesta orla vimos o cadáver de um lobo ou leão marinho, aparentemente, morto a pouco tempo. Nos arredores do Heliporto Punta de la Salina, fizemos uma breve parada para descansar e tirar algumas fotos. Nesse heliporto existem, além de um mastro com a bandeira nacional, duas esculturas de sereias bizarramente disformes.

image

image

image

image

image

image

image

image

image

image


FARO DE PUNTA DEL ESTE


Depois do Heliporto, em vez de seguirmos pela rambla, resolvemos encurtar o caminho pela Calle 2 de Febrero e chegar mais rápido ao Faro de Punta del Este, que fica em frente à simpática Iglesia Candelaria. Como era domingo, provavelmente o farol estaria fechado para visitação e, como também a fome já estava batendo, tiramos algumas fotos e começamos a procurar desesperadamente por um lugar para comer.

image

image


ALMOÇANDO…


Finalmente achamos um lugar para almoçar, um restaurante simples em uma rua transversal à rambla, já do lado do porto. Por algum motivo não me recordo do nome do restaurante, mas a comida era boa, o preço não era dos mais absurdos e os garçons bem atenciosos. Eu pedi uma milanesa à parmegiana com fritas (que de tão gigante teve que ser dividida em duas) e dividimos um pudim (com doce de leite, claro!).

image

image


O PORTO


De barriga cheia e com a disposição revigorada, voltamos para a rambla na direção do porto. O Puerto de Punta del Este é lindíssimo e caminhando pela orla, descobrimos porque o resto da cidade estava praticamente vazio: as pessoas se concentram do lado do porto, na Playa Mansa, onde a oferta de entretenimento é maior. Margeando-o pudemos observar bares, restaurantes, cassinos e um inesperado trânsito! Mas, como estávamos a pé, sem problemas.

image

image

image

image

image

image

Seguimos pela Rambla General José Artigas (sim, apesar de estarmos do outro lado da cidade, era uma única rua) até um pequeno coreto no meio do cais em que pudemos ter uma visão geral da beleza do lugar. Punta Del Este se revelava encantadora, mesmo em um dia frio de inverno e fiquei imaginando como seria passar ao menos um fim de semana de verão ali. É um destino que, certamente, farei questão de repetir!


PÔR DO SOL INESQUECÍVEL


Depois de muitas fotos, nos demos conta que ainda não havíamos pensado em como chegar ao Museu Casapueblo e nem se daria tempo… Já eram mais ou menos 17h30 quando chegamos de volta à rodoviária para nos informar. Para o nosso desânimo, a moça da empresa de ônibus deu um sorrisinho e informou que o Casapueblo fecharia em trinta minutos, exatamente o tempo que levaria para sair o próximo ônibus… Não seria dessa vez…

image

image

Conformados com o resultado de nossa falta de planejamento, voltamos para a beira do mar com a intenção de presenciar um espetáculo à parte: o pôr do sol em Punta. Antes de sentarmos na grama, tivemos que buscar vestígios de cocô de cachorro já que, como falado anteriormente, a população canina no Uruguai é imensa e mesmo o povo sendo extremamente educado para a maioria das coisas, no quesito cocô de cachorro eles eram tão mal educados quanto os brasileiros…

image

image

image

image

O sol começou a se pôr por volta das 17h50 e, mesmo não sendo o famoso pôr do sol no Museu Casapueblo, o espetáculo do “astro rei” certamente não deixou a desejar em nada. Se Montevidéu conseguiu me proporcionar um nascer do sol espetacular, certamente o pôr do sol mais perfeito de nossa estadia no Uruguai foi em Punta del Este!


DE VOLTA A MONTEVIDÉU…


Depois de passarmos um dia ensolarado em Punta del Este, voltamos a Montevidéu para o devido descanso, pois no dia seguinte embarcaríamos de volta a Buenos Aires para uma semana de estadia. Chegávamos ao fim da primeira estação…

 

Gostou do artigo? Não esqueça de deixar a sua curtida e recomendar para os amigos através do compartilhamento!

 

Se tiver alguma dúvida, você pode deixar um comentário abaixo ou mandar um e-mail para: superandarilho@outlook.com

 

Em breve, mais relatos sobre o Uruguai!

 

Obrigado pela leitura e boas viagens!

 

A seguir: Impressões/Conclusões | Uruguai 2014

2 comentários em “Punta del Este | Uruguai, 2014”

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s