Geral

Jorge Drexler & Maria Rita – Soledad

Soledad

(Jorge Drexler)

“Soledad,
Aqui están mis credenciales,
Vengo llamando a tu puerta
Desde hace un tiempo,
Creo que pasaremos juntos temporales,
Propongo que tú y yo nos vayamos conociendo.

Aquí estoy,
Te traigo mis cicatrices,
Palabras sobre papel pentagramado,
No te fijes mucho en lo que dicen,
Me encontrarás
En cada cosa que he callado.

Ya pasó,
Ya he dejado que se empañe
La ilusión de que vivir es indoloro.
Que raro que seas tú
Quien me acompañe, soledad,
A mi que nunca supe bien
Cómo estar solo.”

Solidão

“Solidão,
Aqui estão minhas credenciais,
Venho batendo na tua porta
Já faz um tempo
Acho que passaremos juntos temporadas,
Proponho que você e eu vamos nos conhecendo.

Aqui estou
Te trago minhas cicatrizes
Palavras sobre papel pautado
Não preste muita atenção no que dizem
Me encontrarás
Em cada coisa que calei

Já passou
Já deixei de me enganar com
A ilusão de que viver é indolor
Que estranho que seja você
Que me acompanhe, solidão
Logo eu, que nunca soube bem
Como é ficar sozinho”

image

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s